Blog

Newsletter: o que é e como fazer uma para promover sua empresa

Newsletter: o que é e como fazer uma para promover sua empresa

Você já deu uma olhada na sua caixa de entrada hoje? Não aguenta mais receber as mesmas newsletters de sempre? Surpresa, você não é a única pessoa que se sente assim! Infelizmente, ainda são muitas as empresas que não exploram o potencial dos e-mails para conquistar mais clientes.

Você sabia, por exemplo, que uma newsletter bem feita é capaz de aumentar o número de visitas do seu site?Pois é! Mas você pode estar se perguntando:

“O que é uma newsletter? E como ela pode ajudar o meu negócio a crescer?”

É o que vamos mostrar pra você agora. Fique de olho!

Muitas vezes confundida com um e-mail marketing, ela é na verdade a porta de entrada para campanhas com esse tipo de estratégia. Destinada a clientes em potencial, de cunho exclusivamente informativo, uma newsletter não deve ser elaborada com o objetivo de vender.

No entanto, é ela que vai fazer o leitor clicar para acessar um link externo, onde ele vai realizar a compra, e também tem o objetivo de educar seu público alvo, ao passo em que você consolida sua empresa como autoridade naquela área.

Promova sua empresa com uma newsletter

Ao produzir uma newsletter, você vai deixar seu público-alvo informado sobre as novidades e tendências do segmento de mercado em que você atua, possibilitando a abordagem de vários assuntos relacionados.

Uma das muitas vantagens ao produzi-la – e dispará-las para sua rede de contatos – é a possibilidade de atingir vários clientes em diferentes etapas de compra na sua empresa, chamada de funil.

O funil mapeia seus clientes da seguinte forma:

  • No Topo do Funil: são os clientes que estão chegando agora e estão conhecendo seus produtos/serviços;
  • No Meio do Funil: estão aqueles já conhecem sua marca e veem a sua empresa como uma possível solução para o problema que eles têm;
  • No Fundo do Funil: estão os clientes que estão prontos para comprar a sua solução.

Isso quer dizer que, independentemente do estágio do seu cliente na jornada de compra, você tem grandes chances de abranger o interesse de todos eles em uma tacada só. Viu só como é importante você começar a produzir suas newsletters o mais rápido possível?

Elas são uma excelente maneira de estreitar os laços com potenciais clientes. Como a newsletter possibilita uma comunicação mais leve, então capriche no conteúdo.

Agora chega de papo e vamos logo aprender como é que se faz uma newsletter. Continue lendo e veja como é fácil.

Leia também: Por que o e-mail Marketing é tão importante para a empresa?

Como fazer uma newsletter?

Para começar, tenha uma lista de e-mails. São para estes contatos que as newsletters serão disparadas. Vamos aos 8 passos para criar uma newsletter eficiente e promover a sua empresa.

1. Estabeleça a frequência de envio

Nem para mais nem para menos. É preciso ir testando a periodicidade e adequá-la de acordo com a resposta do seu público.

E-mails muito frequentes se tornam cansativos para quem recebe e criam uma má associação a sua marca. E-mails raros são arriscados por que fazem você cair no esquecimento. Então tenha em mente que equilíbrio e estudo são primordiais.

2. Torne o assunto irresistível

Você investiu tempo e esforço no conteúdo, no formato, nas cores e no visual e deixou o assunto de lado. Ah, ele nem é tão importante é só escrever qualquer coisa.

Será mesmo? É pelo assunto que seu leitor vai clicar ou não no e-mail. Então ande de mãos dadas com a criatividade e capriche na chamada. Sua taxa de abertura depende disso.

3. Humanize o contato por e-mail

Soa mais difícil falando que fazendo. O contato com sua clientela por e-mail pode ser um tanto fria. Mas uma newsletter, como já falamos anteriormente, é um canal de comunicação que permite uma abordagem mais leve, como se fosse uma conversa.

Então, em vez de engessar esse canal usando apenas o nome da sua empresa, que tal incluir o seu próprio nome ou de um representante?

Essa simples atitude evita que seu e-mail se perca no SPAM, em meio aos milhares disparados diariamente e ainda humaniza o contato com seus clientes, deixando essa relação mais empática.

4. Não tenha medo de arriscar

Como quase tudo nessa vida, uma boa newsletter não segue um padrão. É possível chegar a uma fórmula boa – com base no seu público alvo e na sua estratégia – mas que precisará de uma renovada dali a algum tempo. Então não se prenda a um modelo.

Teste diferentes formas, diferentes abordagens e vá sentindo a resposta dos leitores. É um estudo constante que ajuda a conhecer sua audiência. Lembre-se de fazer esses testes aos poucos para não descaracterizar seu trabalho repentinamente e causar estranheza no seu público.

5. Imagens: ter ou não ter?

A parceria imagem e texto é sempre uma excelente alternativa. No entanto, quando falamos de e-mails essa afirmação pode ser questionável. Muitas vezes os provedores de e-mail bloqueiam o acesso às imagens e exigem algumas confirmações para exibi-las.

Essa etapa simples pode ser fatal para manter o interesse de quem recebe o material. Isso não quer dizer que as imagens não são bem-vindas em uma newsletter, você pode sim utilizá-las como apoio. A melhor saída é trabalhar numa produção textual atraente para cativar o interesse no seu conteúdo.

6. Ofereça pequenos mimos para fidelizar clientes

Quem não gosta de ganhar brindes levanta a mão! É algo unânime: todo mundo gosta de ser agradado. Já pensou em oferecer isso em suas newsletters? Pense nisso!

Na produção do seu próximo material considere incluir gratuitamente conteúdos exclusivos da sua marca, também chamados de materiais ricos: como vídeos, e-books ou minicursos.

Ao mesmo tempo em que você reafirma sua autoridade no segmento, os receptores desse material passam a ser educados no tema e ainda associam a sua marca à área de atuação no mercado. Ou seja, apenas ganhos para ambos os lados.

7. Feche com chave de ouro

Se a entrada da newsletter – o assunto – merece ser feita com capricho, a sua despedida deve receber o mesmo cuidado e atenção.

Esse encerramento é chamado de CTA – Call to Action. Ele é importantíssimo para levar seu leitor à área de compra do site, para se inteirar mais sobre aquele assunto no seu blog ou assinar um conteúdo exclusivo para cadastrados.

8. Mensure o alcance

Não adianta pensar estrategicamente, bolar todo o plano e o conteúdo se você não analisar os resultados dessa campanha.

Apenas com essas informações será possível saber o que deu certo, e continuar apostando nisso. E também o que não deu e focar em melhorias.

Fazer esse estudo é essencial para conhecer o como seu público reage a determinados tipos de conteúdo, os melhores horários para enviar e-mails, quem interagiu com seu conteúdo e como isso se converteu na sua rentabilidade.

Você viu neste artigo: uma newsletter é uma ferramenta versátil de comunicação da empresa com seu público alvo. Um conteúdo bem elaborado aliado a uma estratégia de marketing sólida é o que as empresas precisam para aumentar sua base de clientes e se firmar como autoridade em sua área de atuação. Agora que tal aprender quais Estratégias de marketing digital para usar na sua empresa?

Escreva um comentário

WhatsApp chat